“JMJ Cracóvia 2016 no ano jubilar da Misericórdia: jubileu dos jovens”

O Ano Pastoral 2015/2016 centra-se na preparação e participação na grande atividade que reúne jovens de todos os continentes na fé que são as Jornadas Mundiais da Juventude (JMJ), em Cracóvia, Polónia, entre 26 e 31 de julho de 2016, com a presença do Papa Francisco.

A JMJ 2016 no Ano Santo da Misericórdia é um “jubileu dos jovens”. Para esta reunião destacam-se as novidades que o diretor do DNPJ, o padre Eduardo Novo, traz do segundo Encontro Internacional Preparatório da JMJ’16 que se realizou em Wadowice, a cidade natal do Papa S. João Paulo II, entre 26 a 28 novembro. Cerca de 250 participantes representaram as conferências episcopais de 100 países e cerca de 40 movimentos e novas comunidades.

Neste contexto, fazem parte do programa a preparação espiritual e a formação nas diversas dioceses e os aspetos logísticos inerentes à participação portuguesa na JMJ.

“Preparamo-nos para rumar à Polónia, país conhecido como ‘novo templo’ da Misericórdia de Deus. Relacionar determinados ‘espaços’ com a presença de Deus pode parecer inoportuno, pois todo o tempo e o mundo são de Deus, contudo existem tempos e lugares que Deus escolhe para que os homens conheçam de maneira especial a sua presença e a sua graça”, assinala o diretor do Departamento Nacional da Pastoral Juvenil.

Da agenda do primeiro dia de reunião consta o Fátima Jovem 2016, a grande peregrinação juvenil, que é a rampa de lançamento nacional para a JMJ, em maio.

E mais recentemente, o próximo Encontro Europeu em Valência (Espanha), entre 28 de dezembro e 1 de janeiro 2016, organizado pela Comunidade Ecuménica de Taizé.

A reunião dos Secretariados Diocesanos de Pastoral Juvenil é também uma oportunidade para uma ressonância das últimas atividades: IV Jornadas Nacionais da Pastoral Juvenil e o Fórum Ecuménico Jovem (FEJ), que este ano reuniu os vários movimentos juvenis das Igrejas Cristãs em Portugal na Diocese de Portalegre-Castelo Branco.

No sábado, depois da oração, a partir das 10h00, vai-se debater e refletir sobre outros desafios, nomeadamente, a participação na Campanha “10 Milhões de Estrelas – um gesto pela Paz”, da Cáritas Portuguesa, que este ano tem como coordenador o padre Eduardo Novo; e o Encontro Nacional de Agentes Sócio Pastorais das Migrações 2016.

O bispo D. Joaquim Mendes, vogal da Comissão Episcopal do Laicado e Família, que acompanha o DNPJ preside à reunião e acompanha os trabalhos nos dois dias.

Share
Share